Polícia desarticula quadrilha no Rio Vermelho

0
59

Após um assalto a um restaurante de frutos do mar, que terminou com uma pessoa baleada na perna no último domingo (30), o delegado Antônio Fernando Soares, titular da 7ª Delegacia Territorial (DT), do Rio Vermelho, anunciou, nesta quinta-feira (4), a prisão de dois integrantes da quadrilha responsável pelo crime.

Gabriel Rocha Pelúcio, o “Mino”, de 20 anos, e Ícaro Soares Adorno, 23, estavam com mandados de prisão temporária em aberto, solicitados pelo delegado titular da 7ª DT/Rio Vermelho, e foram presos na tarde de hoje (4), por investigadores daquela unidade policial, com apoio de policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da 12ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Rio Vermelho).

Gabriel e Ícaro integram uma quadrilha suspeita de diversos assaltos a restaurantes e farmácias, na região do Rio Vermelho. Na madrugada de 30 de abril, eles agiram em companhia de outros três comparsas, já identificados pela polícia e que estão sendo procurados.

O bando chegou ao restaurante num veículo HB20, cor branca, tomado de assalto horas antes, e abandonado na região do Lucaia, depois do crime, e saqueou os clientes presentes, levando celulares, joias, cartões de crédito e R$ 1,7 mil. Bebidas e um televisor do estabelecimento, também foram subtraídos na ação.

Segundo o delegado Antônio Fernando, as imagens do circuito de segurança do restaurante coletadas pela polícia, ajudaram na identificação dos integrantes da quadrilha. “Um dos assaltantes possui uma falha nos dentes, o que chamou a atenção, e ele foi o primeiro a ser identificado”, revelou o delegado.

Parte das joias roubadas pela quadrilha, entre elas um bracelete de ouro, teriam sido revendidas ao comerciante Nivaldo Santana da Hora, dono da loja Nivaldo Joias, localizada na Avenida Sete de Setembro, no Centro. Nivaldo foi indiciado e vai responder pelo crime de receptação. Ele foi apontado por Mino como o receptador do bracelete pelo qual teria recebido R$ 580 reais.

Os dois assaltantes presos foram indiciados por roubo e devem ser encaminhados ao sistema prisional. A polícia prossegue com as buscas para localizar o paradeiro dos outros três comparsas identificados. Conforme nota da Ascom / Polícia Civil.

Informações e matéria: Bocão News

CB Notícias, em um segundo tudo pode mudar!

SEM COMENTÁRIOS