Romário faz críticas ao presidente da CBF e diz pensar em dirigir a entidade

Nas vésperas de lançar um livro onde conta os bastidoes do futebol, o Senador Romário faz revelações que assombram os dirigentes da CBF, tanto é que a entidade resolveu entrar com ação para barrar o lançamento do livro.

Em entrevista ao programa “Bate-Bola Debate”, da ESPN, Romário afirmou que vai comprovar que o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e os ex-presidentes, José Maria Marin e Ricardo Teixeira, têm motivos para serem presos.

“Tenho certeza que o presidente atual será preso e o anterior, Ricardo Teixeira e o Zé Maria Marin, também. Isso será um grande acontecimento, que pode ter um grande efeito positivo no nosso futebol e automaticamente na CBF. Mudar 90% a administração da CBF e colocar pessoas capazes. Pessoas que entendam o que estão fazendo e pessoas em que o bem esteja acima de qualquer outro interesse. Descobrimos contas de laranjas, que algumas pessoas do futebol, como o Del Nero, tem fora (do país). Através dessas contas eles movimentam dinheiro ilícito e ilegal. Infelizmente, no que se refere aos jogos amistosos da seleção, o Brasil nem sempre leva seus melhores jogadores, leva o mais famosos e os mais conhecidos porque determinadas parcerias determinam isso. São dois exemplos de casos que descobrimos”.

Questionado se passa na sua cabeça o interesse de presidir a CBF, ele revela :

“Passa, sim, pela minha cabeça a possibilidade de dirigir a CBF. (Apesar da corrupção) A CBF tem de existir. Ela é importante e é obrigatória para o nosso futebol. Os últimos três presidentes imundaram a entidade de corrupção e sacanagem. Nosso futebol só vai mudar quando eles saírem”.

O baixinho deve nos próximos dias, fazer o lançamento bombástico do seu livro.

Por Igor Guimarães

CB Notícias, em um segundo tudo pode mudar!