Maurício Trindade minimiza contratação de réus parentes de Elinaldo

vereador de Salvador,  Maurício Trindade (DEM), confirmou que nomeou em seu gabinete quatro parentes do prefeito de Camaçari, Antonio  Elinaldo (DEM). Para ele, não há problema na contratação.

“Não são meus parentes. São de Elinaldo. Eles não estão lá no gabinete ilegalmente”, assinalou.

Estão nomeados no gabinete de Maurício Trindade  desde o início do ano Cristiano Araújo da Silva, Estiene Ostenis de Araújo da Silva e Linaldo Araújo da Silva, os três irmãos de Elinaldo, além do cunhado do prefeito de Camaçari,  Ivan Pedro Moreira de Souza.

Desses,  Cristiano Araújo da Silva e Ivan Pedro Moreira de Souza foram arrolados como réus e tiveram prisão decretada por fazerem movimentações bancárias, de acordo com o judiciário, em nome de Elinaldo no valor de R$ 4 milhões.

Ao ser questionado por um site local, se esse fato não seria um impeditivo para a contratação, Trindade refutou. “Se estão soltos não vejo problema. Se a Justiça prender, aí eu não posso deixá-los no gabinete”, minimizou.

O vereador diz que denúncias contra a nomeação da ‘família de Elinaldo’ se devem a oposição ao democratas em Camaçari. “Como não pode atingir o prefeito, ficam fazendo essa picuinha”, assinalou.

Maurício Trindade afirmou também que não recebeu recomendação do Ministério Público para exonerar os referidos funcionários. Mas disse que seu jurídico está analisando se a contratação de quatro pessoas de uma mesma família tem alguma irregularidade. “Se tiver, terei que escolher com quem irei ficar”.

Antes do voltar ao DEM, Trindade presidiu o Pros no EStado. Segundo ele, “partido foi entregue a Elinaldo em Camaçari”.

“Já conhecia o trabalho deles. E por conhecer o trabalho deles lá, e saber que foi vitorioso, que os trouxe para o meu gainete”, disse, ressaltando que os quatro são responsáveis por intermediar obras nas comunidades, acompanhando o trabalho da prefeitura de Salvador.

Matéria/Bocão News