Ministro da Saúde passa mal em São Paulo e é levado para o Sírio-Libanês

Brasília - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anuncia a criação da Base Nacional de Dados da Assistência Farmacêutica. O sistema permitirá monitoramento online dos medicamentos do SUS (Antonio Cruz/Agência Brasil)

O ministro da saúde Ricardo Barros teve um pico de pressão hoje (9) e está em observação no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele participava de um seminário no auditório do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, também na capital paulista, quando se sentiu mal e foi atendido no próprio hospital. Ele passou por exame clínico e realizou um eletrocardiograma, que apresentou resultados dentro da normalidade.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde, ele foi atendido seguindo o protocolo pós-operatório, pois na semana passada o ministro passou por cirurgias de cateterismo e angioplastia. A transferência foi feita para o Sírio-Libanês para acompanhamento da equipe médica responsável pela cirurgia. Ele está em observação e não há informação sobre a alta.