Vitória comemora 119 anos de “glórias”

Um dos primeiros clubes brasileiros, o Club de Cricket Victória foi fundado em 13 de maio de 1899, em uma noite chuvosa, quando os irmãos Valente, Arthur e Arthêmio, reuniram um grupo de amigos formado pelos mais representativos jovens da sociedade baiana, no casarão da família, no tradicional Corredor da Vitória, bairro nobre de Salvador.

Como quase todos residiam no bairro da Vitória, região nobre de Salvador, optaram pelo nome Victória, pela forte influência da língua inglesa na época e por se tratar de uma equipe de críquete, esporte muito disputado pela colônia britânica que residia em Salvador. Essa modalidade esportiva era apreciada pelos baianos da época, mas era praticada estritamente pelos ingleses, restando aos brasileiros a tarefa de buscar e repor as bolas no campo, como gandulas privilegiados.

Com o intuito de combater essa discriminação, foram sugeridos nomes e cores patrióticas para o Club de Cricket Victória, como o verde e amarelo. Mas a dificuldade em encontrar tecidos nessas cores fez com que fosse escolhido inicialmente o preto e branco como as cores da agremiação. Em outubro de 1901, José Ferreira Júnior, conhecido como Zuza, retorna da Inglaterra trazendo para a Bahia a primeira bola de futebol e um livro de regras. Reúne alguns amigos que jogavam críquete e promove o primeiro “baba” registrado em Salvador, no Campo da Pólvora. Anos depois, Zuza chegou a jogar pelo Victória em partidas amistosas. Logo em 1902, o Victória adotou o futebol como modalidade, assim como o atletismo, a natação e o remo.

O clube tem 29 títulos estaduais e esteve muito próximo de um título nacional por quatro vezes: ficou com o vice-campeonato nas séries C em 2006, B em 1992, A em 1993 e da Copa do Brasil em 2010.

O Rubro Negro também fez uma belíssima campanha no Brasileirão em 2013, quando terminou o campeonato na quinta posição.

Paixão de seus torcedores, o Vitória não vive um grande momento no futebol brasileiro, embora se mantenha firme na primeira divisão nacional, mas o orgulho da sua torcida pela agremiação é mais forte e enche de esperança os seus admiradores e apaixonados por dias melhores.

Por Igor Guimarães

CB Notícias, em um segundo tudo pode mudar!