Após 16 anos fora Seleção de Baixa Grande volta a disputar o Intermunicipal em 2019

Baixa Grande-Ba, na Bacia do Jacuípe está em festa.
No ano em que a cidade completa 134 anos de emancipação política, a sociedade esportiva é quem ganha um maravilhoso presente. Após duas participações no Intermunicipal em 2001 e 2003 quando o então prefeito Mimi proporcionou esta alegria aos baixagrandense, com ótimas campanhas da Seleção de Futebol do município. Na tarde desta terça-feira (16), Dr Heraldo num projeto que visa resgatar a história e revitalização do esporte, juntamente com o atual diretor do DECEL Laurivan Silva, entregaram uma parte de suas conquistas aos atletas e sociedade esportiva. Foram entregues o material esportivo dos atletas, que vão de calçados (chuteiras society e de birros e calças).

Para o Chefe de Gabinete, Nailson Santos, apesar da responsabilidade fiscal e o atual momento econômico que atravessa o País, é muito importante dentro do orçamento fazer todos os esforços possíveis para dar qualidade de vida aos cidadãos baixagrandenses. “O prefeito nos orientou a da todo o apoio necessário só competente diretor de esportes Laurivan (guerreirão), pra que juntamente com Liga possam representar bem o município nesta cobiçada competição. Sou atleta e torcedor, então o mínimo que posso fazer é me colocar a disposição pra ajudar no que for possível.”

Dr Heraldo que é um apaixonado por futebol, não escondeu à alegria de ver os jogadores recebendo seu material e demonstrando gratidão. “Estamos felizes e honrados em fazer histórias em Baixa Grande. O esporte é a maior porta de inclusão social, é sem barreiras, abrange tudo e todos.” Afirmou o prefeito Heraldo.

Já para Laurivan Silva, que hoje revive as emoções de participar desta que é a maior competição não profissional do estado. Laurivan não é Zagallo, mas pode dizer que fez e continuará fazendo história, pois teve a honra de participar como jogador e dirigente. “Agora estou como diretor deste projeto maravilhoso e tão cobiçado por muitas seleções e jogadores, mas já vivi as mesmas emoções como eles hoje.”

Foram anos de abandono por parte de antecessores de Heraldo, como os 12 anos de PT que praticamente destruiu o esporte, e com isso aleijou à autoestima da juventude e de seus pais, hoje o esporte volta a sorrir.

Por: Clarivaldo Pessoa

CB Notícias, em um segundo tudo pode mudar!