O PGR vai se calar perante a ditadura do STF?

Vários brasileiros, cidadãos de bem, empresários e até jornalistas sofreram uma busca e apreensão ilegal determinada pelo Ministro do STF, Alexandre de Moraes.

Ao que parece aos olhos de todos os brasileiros de bem, e afirmado por Alan do Terça Livre, uma das vítimas deste absurdo praticado contra aiberdade de imprensa e expressão, ser tão somente uma “tentativa de intimidação…”.

A operação da PF acontece para prender celulares e computadores logo após a ação da PF contra o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel e sua esposa suspeitos de desviarem recursos da saúde no estado.

Como as vítimas desta arbitrariedade praticada monocraticamente por ordem de Alexandre de Moraes, após receber duras críticas por seu comportamento ativista contra a democracia e o estado de direito, só se pode acreditar que é represaria e tentativa de coação aos “acusados” já que defendem a liberdade, família, armamento da população de bem, Deus e a constituição, e assim sendo, são rotulados de Bolsonaristas.

Veja parte da manifestação de indignações contra está ditadura de toga, feita pelo Conexão Política.

“O Ministro Alexandre de Moraes, encabeçando o inquérito ilegal das “fake news”, ordenou o cumprimento de apreensões ilegais nesta manhã de quarta-feira (27), confiscando celulares, computadores e demais objetos de comunicação de influenciadores, jornalistas e deputados apoiadores do governo e críticos vorazes dos desmandos dos membros do STF.

Em uma ação completamente arbitrária, unilateral e enviesada, o Ministro responde com a força estatal as duras críticas que vem recebendo, numa clara violação e transgressão à liberdade de expressão, privacidade e propriedade de cidadãos privados nos seus respectivos direitos democráticos de livre manifestação.”

Foto/Estadão

Por: Clarivaldo Pessoa

CB Notícias, em um segundo tudo pode mudar!